Aceitar-se negra

Não sei se já falei por aqui, mas tenho acompanhado um grupo Feminismo Negro no Facebook e cada vez mais percebo o quanto estou próxima de uma aceitação e entendimento de mim mesma. Entre os posts do grupo encontrei o seguinte vídeo do canal DePretas por Gabi Oliveira.

Como podem ver é importantíssimo ter um modelo,um ideal que seja próximo da sua realidade. Daí vem a importância da representatividade que tenho falado tanto aqui no blog. Pois se eu me espelho em bonecas, personagens, atrizes, cantoras e famosos em geral brancxs, eu nunca vou me aceitar como sou. Pois não sou branca.

Cheguei também a outro ponto, há um tempo atrás uma amiga me falou que eu tinha o tom de pele negra mais escuro. Me lembro que naquele momento me senti ofendida, pois é natural, na sociedade que vivemos, ao ser comparada com negra de tom mais escuro seja algo negativo e pejorativo. Pensei na hora, mas nem sou tão preta!

Não se esqueça na foto abaixo são TODAS NEGRAS da mais á menos retinta, de um jeito ou de outro todas sofrem em alguma circunstancia racismo e talvez a pele menos retinta seja mais tolerada socialmente.

15977992_1440452669298318_2526455057816488111_n.jpg

Da mesma forma, quando assumi meus cachos eu procurava ter certeza que meu cabelo era cacheado e não crespo, porque tudo que é do negro é ruim. Mas o dificil era entender que isso é natural do NEGRO, o cabelo é assim e é LINDO.

tipos-de-cabelos.jpg

Claro que, atualmente tento pensar como a Gabi disse no vídeo, “O problema não é você, nem sua estética”. Se sou a negra mais escura, ou tenho o cabelo mais crespo não tem problema, o problema está na mídia. Está na cultura do nosso país em achar que tudo que é do negro, ou relacionado à ele é ruim. E que meu papel é mudar meu pensamento e ajudar outros a entender isso.

Para finalizar deixarei um trecho de um texto que li no blog Ana Grabriela

Preta eu te digo, você é mais que qualquer estereótipo, olha o brilho da sua cor ame a sua raça, pois tem seu valor, resiste no seu cabelo afro impõe-se nas tuas atitudes não se cale e grite se for necessário mostre a eles que você tem mais que um corpo e és tão valiosa que não se compara com qualquer mercadoria e você não está sozinha tuas irmãs de cor estão aí para te levantar quando cai e juntas em um movimento RESISTIR.

Deixe uma resposta