O machismo também mora nos detalhes

Repost – Think Olga

 

Quando você pensa em machismo, o que vem à sua cabeça? Estupro, violência doméstica, restrição econômica, submissão e subserviência. Porém, existem alguns comportamentos machistas que permeiam nosso cotidiano e sequer nos damos conta. Gestos que parecem inofensivos, mas na verdade roubam nossa força, nosso espaço e limitam as possibilidades das mulheres. Mas estamos de olho! A Think Olga traz uma explicação sobre quatro tipos de machismo invisíveis para te ajudar a combatê-los no seu dia-a-dia: manterruptingbropriating, mansplaining e gaslighting. São comportamentos batizados em inglês sem tradução oficial. Mas também achamos imprescindível pensarmos em versões em português!

 

frase-manterrupting

A palavra é uma junção de man (homem) e interrupting (e interrupção) Em tradução livre, manterrupting significa “homens que interrompem”. Este é um comportamento muito comum em reuniões e palestras mistas, quando uma mulher não consegue concluir sua frase porque é constantemente interrompida pelos homens ao redor.

Em março, um caso típico ganhou a internet: em um painel do SXSW 2015, evento de inovação, música e cinema que acontece todos os anos em Austin, Texas, uma mulher brilhante discutia a baixa presença feminina na tecnologia ao lado de dois homens, igualmente inteligentes. Eram eles o chairman do Google, Eric Schmidt, o jornalista e biógrafo do Steve Jobs, Walter Isaacson, e a Chefe de Tecnologia do governo americano (Pentágono), Megan Smith. E, apesar de o papo ser sobre ampliar as possibilidades para as mulheres, os homens da mesa não estavam dispostos a ceder espaço a ela. Cada vez que Megan Smith tentava fazer uma colocação, era interrompida de forma desnecessária por um dos dois homens:

  • “Sim, Senhora Smith, sei que você pode falar sobre isso melhor que ninguém, mas é que…”
  • “Acho que esta pergunta (da plateia) tem bastante a ver com a área da Senhira Smith, mas eu só queria falar que…”
  • (falando por cima dela) “Sim, Senhora Smith, mas o que vale a pena ser dito é que…”

Esta postura clássica de manterrupting foi tão impactante que uma pessoa na plateia perguntou porque eles não deixavam Megan falar. O público, que estava incomodado, aplaudiu de pé. Outro episódio famoso é o de Kanye West, que interrompeu Taylor Swift durante seu discurso de agradecimento pelo prêmio de melhor videoclipe feminino do MTV Music Awards, em 2009. Ele invadiu a cena para defender Beyoncé, que concorria com ela na categoria. A interrupção começou com o “Hey Taylor, I’m really happy for you and Imma let ou finish” e acabou quebrando a internet, com uma enxurrada de memes. Mas, disfarçado de piada, ali está o machismo. Não apenas por não dar espaço para que Taylor falasse, mas também por ele se expressar em nome de outra mulher, no caso, a poderosa Beyoncé. Desnecessário e agressivo. Com licença, Kanye, mas nós não vamos mais deixar você terminar…
frase-bropriating-1500

O termo é uma junção de bro (curto para brother, irmão, mano) e appropriating (apropriação) e se refere a quando um homem se apropria da ideia de uma mulher e leva o crédito por ela em reuniões. Quando colocamos uma ideia, muitas vezes não somos ouvidas. E então, um homem assume a palavra, repete exatamente o que você disse e é aplaudido por isso. Quem já não se viu nesta situação?

Em seu livro “Faça Acontecer”, Sheryl Sandberg, Diretora de Operações do Facebook, convida as mulheres a sentarem à mesa. A serem conscientes de seus lugares e de sua importância na sala de reuniões. Ela explica que somos criadas como delicadas, suaves e gentis, jamais como enfáticas ou assertivas. E quando nos impomos somos vistas como masculinizadas. Não há dúvidas de que isso atrapalha nossa vida profissional.

E este comportamento não é privilégio de algumas áreas. Em todos os mercados funciona assim. Em qualquer sala de reunião. O bropriating ajuda a explicar porque existem tão poucas mulheres nas lideranças das empresas. Além das supostas desvantagens mercadológicas e o preconceito de gênero, ainda servimos de plataforma para o crescimento de colegas homens, pelo simples fato de sermos menos ouvidas e levadas a sério. Garotas do mundo todo, sejamos as donas das nossas ideias!

 

frase-mansplaining

O termo é uma junção de man (homem) e explaining (explicar). É quando um homem dedica seu tempo para explicar a uma mulher como o mundo é redondo, o céu é azul, e 2+2=4. E fala didaticamente como se ela não fosse capaz de compreender, afinal é mulher. Mas o mansplaining também pode servir para um cara explicar como você está errada a respeito de algo sobre o qual você de fato está certa, ou apresentar ‘fatos’ variados e incorretos sobre algo que você conhece muito melhor que ele, só para demonstrar conhecimento. Acontece muito em conversa sobre feminismo!

Um caso bem ilustrativo foi de um comentarista da CNN, ao falar sobre o caso Hollaback!, em Nova York, e mansplaining assédio sexual em locais públicos para a âncora e para a outra entrevistada:

Algumas pérolas selecionadas (com comentários):

  • “Não há nada que uma mulher goste mais do que ouvir o quanto ela é bonita.” (puxa, obrigada por essa informação #sqn)
  • “Se ela não gosta de cantadas, ela que não saia na rua.” (ótima ideia! Não, péra.)
  • “E por que as mulheres simplesmente não respondem pros caras, já que elas não gostam? (Oi, tem mulher que morre por causa disso, amigo. #exausta)

A verdadeira intenção do mansplaining é desmerecer o conhecimento de uma mulher. É tirar dela a confiança, autoridade e o respeito sobre o que ela está falando. É tratá-la como inferior e menos capaz intelectualmente. Talvez você não tenha percebido isso de forma tão explícita no seu cotidiano, mas com certeza agora irá prestar atenção na maneira como seu chefe ou seu marido falam com você, com os elogios desnecessários ou idiotas que você recebe, nas mensagens bobas de parabéns pelo dia das mulheres. Tá tudo lotado de mansplaining.

 

frase-gaslighting

Gaslighting é a violência emocional por meio de manipulação psicológica, que leva a mulher e todos ao seu redor acharem que ela enlouqueceu ou que é incapaz. É uma forma de fazer a mulher duvidar de seu senso de realidade, de suas próprias memórias, percepção, raciocínio e sanidade. Este comportamento afeta homens e mulheres, porém somos vítimas culturalmente mais fáceis. No dia a dia, aposto que vocês já ouviram alguma vez – ou várias:

  • “Você está exagerando”
  • “Nossa, você é sensível demais”
  • “Para de surtar”
  • “Você está delirando”
  • “Cadê seu senso de humor?”
  • “Não aceita nem uma brincadeira?”
  • E o mais clássico: “você está louca”.

O termo gaslighting surgiu por causa de um filme de mesmo nome, de 1944, em que um homem descobre que pode tomar a fortuna de sua mulher se ela for internada como doente mental. Por isso, ele começa a desenvolver uma série de artimanhas – como piscar a luz de casa, por exemplo – para que ela acredite que enlouqueceu.

Um caso recente, ocorrido dentro da marinha americana, foi noticiado pela imprensa: cinco mulheres afirmaram ter sido vítimas de estupro dentro da corporação. Poucos meses depois, todas foram afastadas por problemas emocionais. Outras mulheres relatam casos dentro da instituição. Após denunciar as agressões, ouviram de volta:

  • “Não venha me aborrecer só porque fez sexo e se arrependeu.”
  • “Isso nunca aconteceu. Agora pode ir embora.”

Isso é gaslighting. Uma forma de manipulação que desencadeia um total esvaziamento da autonomia da vítima. Uma ferramenta presente em muitos relacionamentos, que levam as mulheres a abrir mão de suas escolhas, de suas opiniões e até de cuidar da sua própria vida. É desempoderamento, opressão e controle. Algo que não deve ser admitido em nenhuma situação.

Manterrupting, bropriating, mansplaining e gaslighting. Saber que estes problemas existem já é parte importante da solução. Estar atenta aos pequenos gestos cotidianos e transformá-los pouco a pouco farão a sua vida, e de muitas mulheres, melhor.

 

Pequeno dicionário:

#manterrupting: quando uma mulher não consegue concluir sua frase porque é constantemente interrompida pelos homens ao redor.

#bropriating: Quando, em uma reunião, um homem se apropria da ideia de uma mulher e leva o crédito por ela.

#mansplaining:  É quando um homem dedica seu tempo para explicar algo óbvio a você, como se não fosse capaz de compreender, afinal você é uma mulher.

#gaslighting: violência emocional por meio de manipulação psicológica, que leva a mulher e todos ao seu redor acharem que ela enlouqueceu ou que é incapaz.

20 MANTRAS MATINAIS PARA INICIAR UM GRANDE DIA

1. Hoje, vou escolher a felicidade.

2. Eu sou o suficiente.

3. Hoje, vou impactar positivamente o dia de alguém.

4. Hoje, aceitarei o que é, em vez de se ressentir o que não é.

5. Apenas estar vivo é uma coisa maravilhosa.

6. Que eu possa ser feliz. Que eu seja saudável. Que eu seja criativo. Que eu fique à vontade.

7. Eu sou grato por tudo o que tenho.

8. Hoje, vou respirar fundo e ir devagar.

9. Fazer o meu melhor é o suficiente.

10. Inspire alegria e força, expire sabedoria e paz.

11. Eu escolho acreditar em abundância, e aceitar essa crença como a minha realidade.

12. A vida é curta. Vamos fazer acontecer.

13. Seja mais forte do que suas desculpas.

14. Eu estou satisfeito. Eu sou destemido.

15. As coisas que me fazem diferente são as coisas que me fazem, eu.

16. Concentre-se em como você quer se sentir, não no que você deseja alcançar.

17. Eu honro o meu espírito e confio nas minhas vibrações.

18. Não adie a alegria.

19. Tudo o que eu estou procurando já está dentro de mim.

20. Eu serei grato por este dia.

Quando um pensamento negativo vier em sua mente, diga o mantra que o desafie. Quando se sentir cansado, diga a si mesmo para ser mais forte do que suas desculpas. Lembre-se de ser grato, respirar profundamente, ir devagar, viver com simplicidade. Você é o suficiente. Este mundo é belo. Você escolhe a felicidade.

 

Repost – O Segredo

 

CORRA! O que achei do filme de terror mais comentado

Assisti ao filme Corra recentemente, muito bom por sinal. E li em uma matéria do GQ Brasil sobre um final “alternativo” um tanto perturbador.  E resolvi falar um pouco sobre o filme e também sobre seu outro fim. Vamos lá?

Corra! É um filme de terror escrito, coproduzido e dirigido por Jordan Peele, aliás é sua estreia como diretor. O filme marca uma mudança de gênero para Peele, já que ele tradicionalmente trabalhou na comédia, embora ele tenha afirmado que estava querendo fazer um filme de terror há um tempo. Pois, segundo ele, os gêneros são semelhantes e a comédia foi um tipo de treinamento para o filme. Como o filme trata o racismo, Peele indicou que a história é “muito pessoal”. Embora tenha dito que desvia de qualquer coisa autobiográfica.

getout-520x245.jpg

A história conta o fim de semana de um fotógrafo Chris Washington (Daniel Kaluuya) que está para enfrentar um dos maiores medos que um jovem pode enfrentar: conhecer os pais de sua namorada (Allison Williams). Como negra, eu entendo perfeitamente que as coisas pioram ao se dar conta que os pais da moça (Bradley Whitford e Catherine Keener) serem brancos. São situações muito constrangedoras.

Final original (Alerta de Spoiler)

Peele originalmente pretendia que o filme terminasse com Chris sendo preso pela polícia pelo assassinato de Rose e sua família, e pretendia que a cena fosse um reflexo das realidades do racismo. No entanto, no momento em que a produção havia começado, vários tiroteios policiais de alto nível de negros tinham, em suas palavras, feito a situação em torno do racismo e ele decidiu que o filme precisava de um final feliz para sua liderança.

Peele também afirmou que ele trabalhou com vários outros finais possíveis antes decidir o final real, alguns dos quais serão incluídos no DVD e Blu-Ray.

getout.jpg

É esquisito quando você vai assistir um filme de terror mas o que mais te satisfaz são as tiradas sutis de humor do filme. Sejam nas participações sempre ótimas de Rod, o melhor amigo de Chris, interpretado por LilRel Howery ou nos diálogos onde os brancos ricos tentam, sem sucesso, mostrar como não são racistas falando coisas como “votei duas vezes no Obama!” ou “eu conheci Tiger Woods! O melhor!” – GQ Brasil

 

Sinopse:
Chris (Daniel Kaluuya) é jovem negro que está prestes a conhecer a família de sua namorada caucasiana Rose (Allison Williams). A princípio, ele acredita que o comportamento excessivamente amoroso por parte da família dela é uma tentativa de lidar com o relacionamento de Rose com um rapaz negro, mas com o tempo, Chris percebe que a família esconde algo muito mais perturbador.

Enfim, Corra! é um excelente suspense, um terror psicológico que me prendeu até o fim e com todas as críticas positivas que o longa anda recebendo condiz com a boa trama apresentada.

Nossa geração arruinou a ideia de ser feliz sozinho

Não é nenhum segredo que nossa geração tem expectativas irreais de como a vida deve supostamente ser. Entre a mídia e reality shows, muitos de nós apenas assumi que o final feliz vem por conta própria. Um dia você é único e então o seguinte você encontrou a pessoa que você vai passar o resto de sua vida. Tudo depois disso vem sem nenhum problema.

O casamento não tem dificuldades. Finanças são um pedaço de bolo e você nunca vai experimentar se estiver quebrado. Então você terá três crianças pequenas para jogar atrás de uma linda cerca de piquete branca.

Acho que a maioria concordará comigo quando eu disser que não é assim tão fácil. Alguns de nós, como eu, foram nesta viagem por um longo tempo e ainda são solteiros. Para a sociedade e nossa geração, é quase impossível. Como posso estar bem com o fato de que ainda estou solteira? É realmente muito fácil.

Dizem-nos que se não estamos em um relacionamento, não somos queridos. Nossa geração arruinou ser feliz solteira. Eles nos disseram que, para sermos aceitos, precisamos receber amor de alguém que não seja nós mesmos, o que é uma completa mentira.

Eu vou te contar um segredo. Nossa autoestima não tem absolutamente nada a ver com o que as outras pessoas pensam de nós e tudo a ver com o que pensamos de nós mesmos.

Ser feliz e com outra pessoa exige que você seja feliz primeiro. Namore-se. Conheça a si mesmo. AME a si mesmo. Aproveite este momento em sua vida, porque as únicas obrigações que você tem são para si mesmo. Este é o momento de realmente explorar e descobrir coisas.

Quão bom é estar em um relacionamento se não é o certo para você? Muitas vezes estamos com pressa de estar em um relacionamento que aceitamos a primeira pessoa que mostra um interesse em nós. Não só não é justo para a outra pessoa, como você está tirando a oportunidade de outra pessoa com você.

Construa sua carreira. Pague dívidas. Durma com quem você quer dormir. Aproveite cada segundo desta vida.

Ser solteiro não significa que você não é desejado. Nem significa que você é muito exigente. Significa simplesmente que você tem um monte de pensamento em suas escolhas e você vai ter certeza que tudo está certo antes de saltar em algo. Não deixe nossa geração dizer-lhe que o que você quer ou precisa está errado.
Aprender a ser solteiro é uma parte importante do crescimento. Seja solteiro. Seja feliz. Seja você. É possível, eu prometo.

Repost – THOUGHT CATALOG

Os 10 hábitos financeiramente inteligentes que qualquer um pode desenvolver na faculdade (sem nem percebê-los)

A faculdade é uma experiência verdadeiramente única, durante esse tempo você começa a se tornar um adulto independente! Isso se você tem que passar por todo o processo morando sozinho e tendo de se sustentar. Naturalmente, com a liberdade recém-descoberta vêm as responsabilidades, aliás MUITAS responsabilidades. A responsabilidade financeira é definitivamente a mais vital. Felizmente, esse post te ajudará a desenvolver 10  bons hábitos financeiros.

1. Deixar para lavar roupa no último minuto possível.

A maioria das pessoas, no período de faculdade, tende a priorizar um monte de coisas além da limpeza de seu guarda-roupa. Entre frequentar aulas, estudar e socializar, simplesmente não há tempo suficiente para se preocupar muito sobre quanto que você lavou suas calças jeans. E isso é uma coisa boa! Lavar roupa é caro e demorado, principalmente se você não tem máquina de lavar em casa. Então você deve pensar duas vezes antes de fazer uma trouxa de roupa sujas e sair para lavar, e o melhor a faculdade ajuda a descobrir isso.

2. Você aprende como ser um cliente consciente.

Depois de sair de casa e começar a fazer mais e mais de suas próprias escolhas financeiras, você começa a entender por que economizar é algo muito inteligente de fazer. Naturalmente, você começa a se importar menos com nomes de marca caros e mais sobre como tirar o máximo proveito de cada centavo que você gasta. A faculdade transforma-o em um cliente mais consciente de etiquetas de preço do que etiquetas extravagantes.

3. Você começa a cuidar das coisas com valor de revenda, como livros didáticos.

Uma ótima maneira de ganhar um dinheiro extra durante a faculdade é revender seus livros antigos (ou xerox) depois que você já os usou. Isso significa cuidar de seus livros ao longo do semestre, pois você só pode revendê-los se eles permanecerem em boas condições. Em breve, você começa a tratar qualquer coisa que você possui que tem valor de revenda potencial com o máximo cuidado.

4. Você aprende a equilibrar seus desejos e necessidades quando se trata de alimentos.

Comer na faculdade é um exercício de alimentação do seu corpo para a menor quantidade de dinheiro possível para que você possa economizar para outras atividades divertidas, ou xerox. Se você vai para comer, você presta muito mais atenção a qualquer ofertas especiais no menu. Você pode brevemente considerar encomendar o prato único, mas só até você perceber que o hambúrguer e batatas fritas irá torná-lo tão feliz por metade do preço!

5. Você compra necessidades no atacado.

Logo em sua faculdade, você descobre que totalmente vale a pena comprar qualquer coisa que se qualifica como uma necessidade – shampoo, sabonete, desodorante, etc – em atacado. Isso faz maravilhas para sua conta bancária, porque você economiza muito quando você compra grandes quantidades de certos itens-chave.

6. Você percebe que nem tudo o que você precisa tem de ser novinho em folha.

É libertador descobrir que você não precisa de cadeiras, sofás, armários de cama, ou roupas novas. Ao invés de ir para a loja de móveis ou roupas mais próxima, você sempre procurar opções mais baratas. Você se torna um profissional na peneiração através de listas online de material usado, e prateleiras brechós.

7. Você come antes de sair.

Você começa a perceber que se você sair da casa quando você está faminto, você estará muito mais propensos a gastar em comida. Então, em vez de deixar sua casa com o estômago vazio, você desfruta de um pequeno lanche em casa, sem custo, antes de sair pela porta.

8. Você se inscreve para boletins informativos que oferecem promoções e consultar sites de descontos também.

Sempre que você está planejando uma viagem ou uma noite fora com os amigos, você consulta todos os recursos que podem ajudá-lo a obter o máximo de economia possível. Seja pelos sites de compra coletiva ou festivais de de comida e bebida específica sempre há grandes idéias para aventuras em potencial e infinitas oportunidades de desconto também.

9. Cupons – ele não está saindo de moda.

Sempre que você recebe revistas ou jornais no correio, você imediatamente vai para a seção de cupom. Você pode economizar muito dinheiro com o uso de cupons, e este hábito vai ficar com você muito tempo depois de sua faculdade.

10. Você aprende sobre orçamento como um profissional.

Vamos falar a verdade – a maioria dos estudantes universitários não estão exatamente nadando em dinheiro extra – pelo menos não os que fazem tudo isso de maneira independente. Mas isso não os impede de se divertir! Enquanto você estiver na escola, você aprende muito sobre como orçar seu dinheiro e como ter toneladas de diversão ao longo do caminho, uma habilidade incrivelmente útil que você vai usar muito no futuro.

Como acabaram as séries mais famosas da televisão

Muitas vezes precisamos abandonar as séries no meio das temporadas. Isso acontece por diferentes motivos: falta de tempo, muito trabalho, uma viagem ou mesmo falta de interesse. Mas a curiosidade sobre o final das histórias quase nunca acaba.

Hoje, falaremos sobre algumas séries que fizeram muito sucesso. Confira se você foi viciado em alguma delas.

Lost 2004–2010

A temporada final e a provável revelação do grande mistério causaram muita polêmica. Os acontecimentos são parte de uma realidade alternativa em que o voo 815 jamais sofreu um acidente. No episódio final, Jack se encontra com o pai, que explica que o lugar onde eles estavam foi criado por eles mesmos, para que todos se encontrassem e continuassem a viagem após a morte. No final, os passageiros se juntam em uma igreja, as portas se abrem e o pai de Jack diz: “Vamos averiguar”.

Prison Break: Em Busca da Verdade 2005–2009

A última temporada da série foi feita para lutar contra a Companhia. Para voltar à vida normal, os personagens tiveram que fazer muitas coisas, inclusive trabalhar junto com o inimigo. Michael sofre uma doença terminal. No último episódio vemos seus amigos e sua esposa Sara com um filho já mais velho visitando a sua tumba. Não obstante, após o episódio final, estreou um filme que encerrava a série de TV. Nela, Michael não morreu de uma doença, ele se sacrificou para salvar a esposa da prisão. Ele fez com que um CD fosse entregue ao seu irmão e esposa com um vídeo de despedida.

Em 2016 foi lançado o primeiro trailer da nova temporada, que será uma minissérie. O primeiro episódio foi lançado em abril de 2017.

Buffy — A Caça Vampiros 1997–2003

Uma nova escola é construída em Sunnydale, onde Buffy é uma especialista que trabalha com adolescentes ’difíceis’. Mas tudo está prestes a mudar, afinal de contas, as forças do mal vão despertar no mundo todo. Os caçadores em potencial, que mais tarde serão escolhidos e receberão as forças e as habilidades necessárias para lutar, serão caçados. A equipe de Buffy se prepara para viver com intensidade a última batalha que irá destruir completamente Sunnydale, assim como Hellmouth.

Família Soprano 1999–2007

O final da série decepcionou muita gente. Os fãs esperavam que o personagem principal, Tony Soprano, acabasse morto ou na cadeia, como todos os que estavam relacionados ao crime. Não obstante, no último episódio a família Soprano aparece almoçando em um restaurante quando um provável assassino entra. Parece que veríamos um final dramático, mas ele apenas vai caminhando ao banheiro.

Alf, o ETeimoso 1986–1990

Este morador de outro planeta se transformou no melhor amigo de muita gente. Seu humor irônico e perspicaz se mostrou algo novo nas comédias familiares. Não obstante, a história acabou de maneira triste.

Alf conseguiu entrar com contato com os amigos Skipper e Rhonda, que se ofereceram para criar um novo Melmac. Alf se despede da família Tanners e, quando está no campo onde seus amigos iriam buscá-lo, é surpreendido pelos militares, que assustam a nave e levam Alf com eles.

Charmed 1998–2006

No último episódio, Phoebe e Paige morrem durante uma luta contra o mal. Piper pega o anel mágico e vai ao passado para salvar suas irmãs. Ao chegar em 1975, ela conhece os pais, disse que vem do futuro e pede a ajuda deles. Seu plano dá certo e as irmãs ganham a guerra contra os demônios. Todos voltam à vida normal e a próxima geração começa sua própria luta contra o mal.

Hércules: A Lendária Jornada 1995–1999

Hera é libertada de Tartaro graças a Evander, filho de Nêmesis. Ele escuta sua avó (Hera), que pede que ele libere os Titans. Os heróis os detêm e não os deixam derrotar Olimpo. Mais tarde, Evander consegue que Hera e Zeus se reconciliem e Hércules decide continuar seu caminho heroico, ajudando os necessitados.

Scrubs 2001–2010

Scrubs tem 9 temporadas, mas seus fãs não consideram a nona uma continuação. A narrativa acontece segundo a perspectiva de uma estudante da faculdade de medicina. J.D.volta ao ’Sagrado Coração’ para dar aula na escola de medicina ao lado de Turk e os outros. Oito anos mais tarde, J.D. e Elliot decidem colocar um fim nas intrigas, decidem começar uma relação e esperam o primeiro filho.

Smallville 2001–2011

Durante 10 anos vimos como o Super Homem cresceu. Durante os muitos episódios, ele luta contra o mal, mas a principal ameaça aparece na última temporada. O planeta Apokolips, onde reina Darkseid, se aproxima da Terra. Clark se veste pela primeira vez de Super Homem e, com a força dos punhos, empurra Apokolips para longe da Terra, salvando a todos e a seu amigo Oliver, que havia sido tomado pelas forças da escuridão de Darkseid.

Arquivo X 1993–2001

A série acaba com dois episódios que têm o mesmo título: ’The Truth’. O agente Mulder entra na base secreta e, mesmo não cometendo um assassinato, é acusado e condenado à morte. Scully e Skinner montam um plano de fuga e os dois escapam para o Canadá.

Em 2016, foi lançada a décima temporada, que também é continuação e reinício da série. Foi feita em formato de minissérie e tem 6 episódios.

Friends ♥ 1994–2004

Monica e Chandler adotam gêmeos e decidem se mudar para uma casa fora de Manhattan, onde terão um quarto para o Joey. Ross se declara para Rachel e eles acabam juntos. Phoebe se casa com Mike. Na última cena, os amigos saem do apartamento vazio e vão ao Central Perk para tomar um café.

Xena: a princesa guerreira 1995–2001

O episódio final da série se chamava ’Amigo em Apuros’.

Xena e Gabrielle vão ao Japão para lutar contra o espírito maligno Yodoshi. Xena morre durante a luta contra seu numeroso exército, mas, ao se transformar em um fantasma, o desafia e ganha, liberando as outras almas. Na cena final, vemos uma nave com o fantasma de Xena e Gabrielle falando em planetas para viver novas aventuras.

Repost – Incrível 

Diga “Que Saudade!” E Não “Adeus”

Não faz muito tempo que eu perdi um amigo.
Eu não briguei com ele, muito menos ele se mudou.

Ele não era um amigo próximo, nem o conhecia desde a infância, mas era alguém que por um determinado período foi muito importante pra mim.

Fazia 3 anos que eu não falava com ele e mais ainda que não o via. A vida foi nos levando para caminhos diferentes até que eu me distanciei tanto dele que nem sabia como voltar.

Ele era louco, bobo, engraçado, estiloso e muito, mas muito legal mesmo. O Maior EMO que eu já conheci, isso não é um defeito.

Depois de anos sem falar com ele, achei que ele continuava o mesmo. Mas algo havia mudado e com o tempo uma pequena tristeza em seu peito se tornou algo tão grande e insuportável que ele desistiu de viver e se foi…

Penso em como/se faria diferença se eu estivesse mais próxima. Talvez sim e ele ainda estaria aqui entre nós, ou não porque a dor dele era maior que tudo. Afinal acredito que não ha nada que teria feito e que ninguém fez.

A vida é assim né, em um instante nos apresenta as melhores pessoas do mundo e como num piscar de olhos essa pessoa se vai. Muitas vezes essas pessoas nem partiram de fato, só se distanciaram tanto que parece que nos tornamos desconhecidos.

Me pego pensando em quantas pessoas passaram por minha vida e estão por aí pensando assim como eu. Talvez eu nem tenha sido tão importante assim, mas se eu consegui fazer a diferença em algum momento na vida de alguém já fiz minha parte.

Não quero adiar esse texto explicando a vocês o porquê de tê-lo escrito. Então deixo apenas mais uma reflexão (Em homenagem ao meu grande amigo):

pitty_nao_deixe_nada_pra_depois_nao_deixe_o_tempo_passa_l7jpn3d.jpg

Apenas não deixe para amanhã aquele encontro, happy hour, o churrasco e etc. Não deixe o “a gente se fala” adiar sua alegria. Vá, mate a saudade, converse dê risada. Nunca se sabe qual será a ultima vez que verá um amigo.

Esse pode ser o último dia de nossas vidas
última chance de fazer tudo ter valido a pena
Diga sempre tudo que precisa dizer
Arrisque mais, pra não se arrepender
Nós não temos todo o tempo do mundo
E esse mundo já faz muito tempo
O futuro é o presente e o presente já passou – Pitty

16 verdades sobre pessoas que são carentes e independentes (ao mesmo tempo)

1. Você adora passar um tempo sozinho(a)…

'Eu te amo, mas eu me amo mais.'

HBO

“Eu te amo, mas eu me amo mais.”

2. … mas também quer ter alguém por perto para fazer as coisas para você.

“Oi sim sou eu acabei de deitar na cama alguém pode apagar as luzes para mim por favor o interruptor está logo ali”

Twitter: @odetofew

“Oi sim sou eu acabei de deitar na cama alguém pode apagar as luzes para mim por favor o interruptor está logo ali”

3. Você se recusa a pedir ajuda, mesmo quando está precisando de uma mãozinha…

'Garota, deixa comigo.'

LOGO

“Garota, deixa comigo.”

4. … mas fica irritada quando ninguém aparece para ajudar.

'alguém me ajude.'

HBO

“alguém me ajude.”

5. Você não se importa em estar longe das pessoas que ama…

'Você precisa de mim, eu não preciso de você.'

Nickelodeon

“Você precisa de mim, eu não preciso de você.”

6. … mas espera que elas estejam sempre de prontidão para lhe responder, 24 horas por dia.

“Quando você manda uma mensagem para ele às 8:03 e ele não responde às 8:02”

Twitter: @rorabombzz

“Quando você manda uma mensagem para ele às 8:03 e ele não responde às 8:02”

7. Você se orgulha muito de conseguir se presentear de vez em quando…

'Se eu quiser comprar algo, eu mesma compro.'

Arena

“Se eu quiser comprar algo, eu mesma compro.”

8. … mas prefere quando outra pessoa lhe dá um mimo.

“não posso gastar meu próprio dinheiro se eu tiver amigos legais eles vão pagar para mim.'

Twitter: @sswankss

“não posso gastar meu próprio dinheiro se eu tiver amigos legais eles vão pagar para mim.”

9. Você é conhecido por gostar de passar os fins de semana sozinho…

'Sim ao amor, sim à vida, sim a ficar mais em casa!'

NBC

“Sim ao amor, sim à vida, sim a ficar mais em casa!”

10. … mas fica chateado quando seus amigos não te chamam para sair.

“Quando você nunca é convidado para nada, mas não quer ser um peso por pedir para ir junto.”

Twitter: @Stephanie_lise

“Quando você nunca é convidado para nada, mas não quer ser um peso por pedir para ir junto.”

11. Você não vê problemas em sair sozinho…

Focus Features

12. … mas passa o tempo todo enviando mensagens para os seus amigos que estão em outro lugar.

Paramount Pictures

13. Você é praticamente um expert em ~se dar prazer~ quando necessário…

CBS Films

14. … mas gosta de ter alguém com quem compartilhar esse momento mágico também.

'Que merda, eu só quero trepar, sabe? Só trepar!'

HBO

“Que merda, eu só quero trepar, sabe? Só trepar!”

15. Você se orgulha de pagar suas contas, cozinhar sua comida e curtir sua própria companhia…

'Eu sou uma sobrevivente. Eu não vou desistir. Eu não vou parar. Eu vou trabalhar mais duro. Eu sou uma sobrevivente. Eu vou conseguir. Eu vou sobreviver. Continue a sobreviver.'

Columbia Records

“Eu sou uma sobrevivente. Eu não vou desistir. Eu não vou parar. Eu vou trabalhar mais duro. Eu sou uma sobrevivente. Eu vou conseguir. Eu vou sobreviver. Continue a sobreviver.”

16. … mas, de vez em quando, se pega navegando pelo Facebook, às 3 da manhã, pensando: “Tô me sentindo muito sozinho…”.

Fonte: Buzzfeed