21 fotos que revelam a carga emocional da cirurgia bariátrica

Como falei aqui no blog sobre as pessoas se aceitarem como plus size, decidi falar sobre o outro lado, pois para algumas pessoas isso não é tão simples. Eu mesma já tentei por muitas vezes emagrecer, tenho diversos problemas de saúde que dificultam o meu emagrecimento, mas estou trabalhando para melhorar.  E confesso, tentar viver em um mundo com tantos padrões inalcançáveis, é quase impossível ser feliz consigo mesma.

Hoje, vou compartilhar a história de Samantha Geballe, fotógrafa que começou a se auto-retratar em 2013, um ano antes de fazer a cirurgia de bypass gástrico, e continua a fotografar-se até hoje – quase quatro anos desde o procedimento.

Suas fotos, quando vistas todas juntas, representam um grande ponto de reviravolta em sua vida: o momento em que ela começou a aceitar seu corpo.

“Eu não percebi até depois de ter feito o bypass gástrico, não tinha idéia do que eu parecia”, disse Geballe. “Por algum tempo depois, não consegui controlar meus pensamentos ao redor do meu corpo. Não reconheci a pessoa refletida diante de mim”.

Tão imensa como as mudanças físicas de Geballe foram após a cirurgia – ela diz que ela é “dois adultos menores” do que ela antes – o procedimento também teve um impacto emocional incrível nela. Foi apenas através da fotografia que Geballe encontrou uma maneira de processar esses sentimentos de alienação de seu próprio corpo.

“Tornou-se uma maneira de ser gentil comigo mesmo”, diz ela. “Eu continuo me fotografando agora porque preciso ver. Preciso me ver. Quero entender e me aceitar”.

Geballe ainda está aprendendo a estar em paz com seu corpo, mas com a distância emocional que a fotografia dela lhe dá, ela já aprendeu que a auto-aceitação começa de dentro: “Se eu sou infeliz, eu ficarei uma magra infeliz. É importante aceitar seu corpo, mesmo que não seja o que você quer que seja. “

Ela espera que seus espectadores encontrem conforto em suas fotos e, sabendo que alguém lá fora também está trabalhando para o amor próprio.

“Eu acredito no valor infinito da conexão, e é assim que eu combato a vergonha que sinto”, diz Geballe. “No final do dia, nossas vidas podem não parecer nada, mas talvez compartilhássemos sentimentos semelhantes”.

Confira abaixo uma seleção do trabalho de Geballe:

Gordofobia é abordada no Profissão Repórter

Assisti hoje o Profissão Repórter dessa semana, que fala sobre a Obesidade, e me senti representada. Não que isso seja algo bom, neste caso, mas achei excelente terem abordado este tema e dessa forma.

O Profissão Repórter falou de quatro jovens que são obesos, dois que sofrem com isso e dois que já se aceitaram como são e, inclusive, ganham dinheiro por meio de seu biotipo. O que mais me marcou, foi o caso de Rogi, estudante de administração, com 29 anos e muita dificuldade para lidar com as tarefas básicas por causa do seu peso. Com 208kg tudo fica muito difícil: ir ao banheiro, pegar ônibus, sentar na cadeira da faculdade e comprar roupas. “Muitas vezes ouço as pessoas dizerem que se assustam comigo. Não ser aceito em espaços machuca. Quando me olho no espelho, não me sinto o feio que a sociedade diz. Eu me sinto bonito, e às vezes nem me sinto gordo”, conta.

Rogi jogava no time de futebol americano de Vila Velha, no Espírito Santo. Mas há dois anos desistiu e, depois disso, teve uma depressão. Foi aí que começou a engordar: “Às vezes eu quero me isolar, muitas vezes eu não saio. Fico quietinho em casa porque aqui sei que tô protegido”.

É exatamente assim que me sinto, passei por alguns eventos em minha vida que me fizeram engordar e muito e como ele disse, temos uma vida excluída do resto do mundo, muitos não encontram roupa, não encontram um parceiro e sofrem preconceito todos os dias. E o único prazer que encontramos é na comida.

São piadas, brincadeiras e cobranças do mundo que nos fazem tomar decisões absurdas. Como a entrevistada Fernanda disse, muitas vezes a pior cobrança é de dentro de casa. Fernanda quer emagrecer 20kg até o Natal. Ela é professora e deixou o emprego há dois anos, quando a segunda filha nasceu. Ela tem que lidar com as constantes críticas do marido, Hermínio: “Ele adora me zoar, não só eu… Fala que é tudo chupeta de baleia”.  Hermínio conta sua versão: “Eu brinco assim, mas não tem maldade. Não é bullying. Ela inventou de usar biquíni e eu falei que não dá. Uma mulher desse tamanho vai usar biquíni? Ficou feio pra caramba”.

Fernanda pesa 90kg e quer chegar aos 70kg: “A sociedade tem um papel muito importante na minha vontade de emagrecer, porque eles cobram muito isso da gente. Eu não tô fazendo só pelos outros, tô fazendo pra eu me sentir melhor, mais bonita”.

A Gordofobia é algo sério, para quem não está acima do peso, é só uma brincadeira, para nós que sofremos, machuca a alma. Eu queria muito que minha mãe entendesse como eu me sinto e me apoiasse mais, mas é tão complicado, para ela eu estou assim porque quero. E isso não é verdade.

Por que não é preguiça
O sobrepeso não é necessariamente resultado de comida em excesso ou falta de atividade física. Conheça alguns fatores comprovados cientificamente

Falta de sono – Segundo uma pesquisa do King’s College London, pessoas que dormem menos de sete horas por dia consomem, em média, 385 calorias diárias a mais do que aquelas que dormem além disso.

Condições socioeconômicas – Uma pesquisa desenvolvida pelo Ministério da Saúde apontou que o excesso de peso está ligado à escolaridade: 57,3% dos brasileiros com até oito anos de estudo estão com excesso de peso, enquanto aqueles com mais de 12 anos de estudo fazem o índice cair para 48,4%.

Medicamentos – Alguns remédios e até anticoncepcionais formulados à base de estrógeno colaboram no ganho de peso.

Desequilíbrio hormonal – Um desequilíbrio na glândula tireoide pode causar o hipotireoidismo, que desacelera o metabolismo, o que dificulta o gasto de energia e retém sal e água, levando ao inchaço.

Genética – Estudos realizados com gêmeos mostram que a genética influencia nosso peso entre 40% e 70%. Há inclusive genes associados ao acúmulo de gordura, como o FTO — um levantamento recente publicado na revista Nature comprovou que ratos sem esse gene nunca ficam obesos, mesmo comendo muito e se movimentando pouco.

Fonte: Revista Galileu

Eu, particularmente, ainda não cheguei ao nível de me aceitar como sou. E nem sei se é isso que quero. Espero ainda emagrecer e me sentir bem com o meu corpo. Mas acima de tudo não quero mais me sentir mal, depressiva, excluída e tudo de ruim ao me olhar no espelho.
Se você quiser assistir o episódio de Profissão Repórter:
Depois lembra de voltar e dizer o que achou.

Raw (Grave) – polêmicas e dramas

Raw é um filme polêmico e antes mesmo de você começar a assisti-lo você já sabe disso. Uma rápida pesquisa no Google e você vai encontrar diversas matérias falando sobre o filme que fala de canibalismo que fez pessoas desmaiarem no Festival de Toronto.

Mas o filme é mais do que polêmicas, dirigido e escrito pela francesa Julia Ducournau, a produção mostra uma estudante universitária vegetariana que desenvolve gosto por carne humana após um trote universitário onde a estudante, então vegetariana, é obrigada a comer carne de coelho cru.

voraz-pelicula-bolsas-vomito-2b_4.jpg

Para os amantes de sangue, Raw não é Jogos Mortais ou O Albergue, e se você deseja algo do tipo, é melhor procurar em outro lugar. Apesar das poucas cenas ligadas ao grotesco, a obra se enquadra mais no gênero drama. E fala sobre a transição de uma menina, Justine vivida por Garance Marillier, que se torna mulher e sua rivalidade com a irmã mais velha. É possível ver desde o início a vontade da primogênita Alexia, papel de Ella Rumpf, em querer que a caçula não pule tal etapa transitória e abrace a mudança, lidando, mesmo que sem saber, com esse momento pelo qual os jovens passam ao começarem a sentir novos desejos.

img_raw.jpg

O canibalismo é retratado na obra – de maneira direta, sem um romantismo como visto em filmes sobre vampiros: temos aqui o homem regredindo a seu estado de animal, primitivo e aterrador.

Enfim, eu não achei algo fora do normal, nem tão nojento. Se estiver afim de assistir e apreciar a obra, veja e volte aqui para dizer o que achou.

Se está em dúvida, veja o trailer:

raw-grave-2016.jpgDireção: Julia Ducournau
Elenco: Garance Marillier, Ella Rumpf, Rabah Naït Oufella mais
Gêneros: Terror, Drama
Nacionalidades: França, Bélgica
Sinopse:
Justine (Garance Marillier) é uma jovem tímida e vegetariana, caloura na mesma faculdade de veterinária em que estuda sua irmã, Alexia (Ella Rumpf). Durante o trote, a menina é forçada a comer carne animal pela primeira vez e a ação provoca mudanças extremas em sua vida.

E o verão está no ar

Hoje, 21 de dezembro, primeiro dia de verão. Ah! O verão… a pior estação do ano. Eu, particularmente, odeio o verão, odeio suar e odeio tudo que inclua contato físico neste período do ano. Por isso, decidi fazer um guia de sobrevivência para o verão, para você, que assim como eu, não suporta esse calor.

  1. MAQUIAGEM QUE DERRETE

Substitui a base pelo BB cream ou um CC cream, a pele mais bronzeada vai disfarçando aquelas pequenas marcas e assim podes dispensar a base. O fato de um só produto te oferecer hidratação, proteção solar e cobertura ajuda na utilização de menos produtos e assim a probabilidade de sair derretendo por aí é menor.

  1. ESFREGA-ESFREGA

Se sofre com “bolhinhas”, ou alergias, fruto da fricção entre as coxas, atrás dos joelhos e dos braços. Coloque desodorante e terá a solução que procura e grande diminuição no desconforto.

  1. IRRITAÇÃO DA DEPILAÇÃO

Se depois da depilação você fica com a pele irritada coloque o saquinho de chá de camomila no congelador por 20 min e depois sobre a zona irritada. Vai dar uma frescura.

  1. PELE OLEOSA

Tem aquele velho truque da folha de papel higiénico…

  1. SUOR

Em zonas estranhas como peito, virilhas e outros locais perturbadores, podemos disfarçar com talco.

  1. PROTEÇÃO DO CABELO

Use azeite Extra Virgem ou óleo de coco para impedir que o cabelo seja afetado pelo cloro da piscina. Depois basta passar por água.

  1. MANCHAS SUOR DA ROUPA

Usa limão sobre a mancha de roupa e depois lave-a normalmente, vai funcionar. 😉

 

Minhas dicas não foram tão “saudáveis” mas para compensar, segue uma listinha mais saudável para quem tem essa pegada “fitness”.

 

1- PROTETOR SOLAR

Essa é a mais óbvia de todas, protetor solar não só evita queimaduras e manchas de sol, mas é essencial na prevenção de doenças de pele como o câncer, e também o envelhecimento precoce. Dica extra, não devemos usar só no verão, ou nos dias ensolarados, pois todos os dias os raios infravermelhos e ultravioletas estão presentes.  Aliás é importante passar protetor até nos lábios, pois exposição frequente ao sol forte pode provocar queimaduras, micoses e até brotoejas nos lábios.

2 – BEBA AGUA

Agua faz bem para todo o nosso corpo e o ideal é bebermos 2 litros de agua por dia. Mas no verão temos uma maior tendência de ficar desidratados, por isso é importantíssimo nos manter hidratado.

3 – MEXA-SE

As temperaturas elevadas provocam inchaços nos membros inferiores e se você assim como eu acha que o ideal é ficar deitado na frente do ventilador, tenho más notícias, você precisa se movimentar, para evitar o inchaço pratique atividades, nem que sejam aquáticas.

4- SINTA-SE LEVE

Usar calça jeans nesse calor? NEM PENSAR! Use tecidos leves como algodão e malha, por exemplo. Deixe o jeans para quando o inverno chegar. Mais do que se sentir bonita e elegante, precisamos nos sentir confortáveis.

5- TÔ SEM FOME…

No calor, temos a tendência de sentir menos fome. Mas é importante não passar longos períodos de tempo sem se alimentar. Manter uma alimentação saudável com frutas e verduras de 3 em 3 horas é a melhor saída.

Estas super-heroínas da vida real lutam em nome de uma imagem positiva do corpo

Um novo grupo de super-heroínas está dando as caras, e elas trazem consigo uma imagem positiva de seus corpos.

Conhecidas coletivamente como The Succulent Six (as seis suculentas), essas super-heroínas têm a missão de lutar contra o preconceito contra os obesos e celebrar pessoas de todos os tamanhos. As seis mulheres adotaram personas relacionadas a comida, como Cookie Cutta e Dirty Dottie Donuts. Em abril, elas posaram para um ensaio fotográfico, a fim de incentivar os outros a parar “com a guerra de comida”. Baseado nos uniformes coloridos e na bagunça envolvida, parece que elas estão se divertindo muito divulgando sua mensagem.

o-GUERRA_COMIDA-570.jpg

As The Succulent Six posaram para um ensaio fotográfico em abril a fim de incentivar o fim da “guerra de comida”.

Steff “Ivory” Conover, também conhecida como Cupcake Charlie, disse ao The Huffington Post que o grupo quer promover uma imagem positiva do corpo e desafiar os padrões de beleza pouco realistas.

“Queremos questionar a ideia da silhueta ‘certa’ e celebrar a beleza de todo tamanho”, disse Conover. “Nosso objetivo é acabar com a discriminação por peso e a gordofobia.”

Para as fotos, a equipe se juntou a N. Maxwell Lander, descrito por Conover como o “gênio artístico mais insano, positivo, sério, inteligente, engraçado e ranzinza que você pode imaginar”.

Juntos, eles lançaram a série de fotos “Stop the Food Fight” (pare com a guerra de comida, em tradução livre), em 6 de maio, o Dia Internacional Sem Regime, que questiona o chamado “corpo ideal” e abraça a diversidade.

Conover disse que parte da missão das The Succulent Six é divulgar esse tipo de atitude o ano inteiro.

“Acima de tudo, queremos celebrar um dia sem regimes e obsessões com o peso”, disse ela. “Acreditamos de verdade que se conseguirmos começar com um dia sem patrulha do corpo, talvez consigamos o mesmo nos outros 364.”

slide_493744_6822496_free.jpg
As mulheres adotaram personas como Cupcake Charlie e Cotton Candy Sandy.

O grupo não tem planos de amolecer na luta contra a aceitação do corpo. O futuro das The Succulent Six inclui mais ensaios fotográficos, além de palestras e uma festa em Toronto, em julho. Com esses eventos, elas querem incentivar as pessoas a juntar-se ao movimento e amar seus corpos.

“Somos grandes. Somos fortes. Somos lindas. E aprendemos a amar e a ter orgulho de quem somos”, disse Conover. “Te convidamos a sentir o mesmo.”

Conheça as The Succulent Six

Repost – HuffPost Brasil

10 Maneiras para de ter um Bom Dia

Hoje é sexta-feira, nada como começar bem esse dia.

1 – Comece com um café

12e949b3834edbfc5ba469fbec2d663e

2 –  Tome um banho quente ou frio ( o que mais te agradar)

6bf3706a4a97fdcf23a0290cd8704d82.jpg

3 – Use algo que faça você se sentir bonito

d1cbc1e5042144da7fd08d1c6dc0df7f.jpg

4 –  Sorria para todos que encontrar

7569300159c3078d2cd7683c87cca028

5 – Ligue para um amigo

b20623afaf2fe2e5e590e491e1334825.jpg

6 – Ande pelo seu bairro

e8df2c744baa5a7d5dff653425dd1097.jpg

7 – Combata algo que esteja te colocando para baixo

5c0185d76bc76e189ee88c3b2ef22c65.jpg

8 –  Fale para alguém que o ama

1ba1d910d1ecfca0e6599aaf6ce94554.jpg

9 –  Leia um livro

4249da9a8d0446d1afc17ec3bb9a94ec.jpg

10 – Quando todo o resto falhar, gaste dez minutos no Pinterest.

 

Blog Desafio – 31 dias (7º dia)

Dia 7 – 10 alimentos favoritos

Melhor lista para os gordos, risos.

Bom de comida eu tenho fontes inesgotáveis, então aqui vai meu top 10.

1 – Lasanha de Berinjela

2 – X Egg Bacon Salada

3 – Batata frita

4 – Ovos e Bacon

5 – Torta Holandesa

6 – Biscoito de Maisena

7 – Bolacha (sou paulista) Trakinas

8 – Pavê

9 – Salada de Repolho com Abacaxi

10 – TUDO

Bom, simplesmente é isso que eu gosto. Mas estava pensando aqui quem sabe mais pra frente não faço algo como opções de comida gostosa e saudável…rs Tudo ao seu tempo.

DIY – Presente para o Dia dos Namorados

O Dia dos Namorados está chegando e para ajudar  os casais apaixonados sem criatividade vou apresentar aqui algumas opções de presentes DIY para presentear seu mozinho, nhonhonha, benzinho, docinho de coco e etc.

Mas antes, você sabe poque comemoramos o Dia dos Namorados no dia 12 de Junho?
Só no Brasil que esta data é comemorada em junho. Em outros países, como nos Estados Unidos, por exemplo, a comemoração ocorre em 14 de fevereiro (Dia de São Valentim – Valentine’s Day).

No Brasil, a data está relacionada ao frei português Fernando de Bulhões (Santo Antônio). Em suas pregações religiosas, o frei sempre destacava a importância do amor e do casamento. Em função de suas mensagens, depois de ser canonizado, ganhou a fama de “santo casamenteiro”. Por isso, em nosso país foi escolhida a data de 12 de junho por ser véspera do dia de Santo Antônio (13 de junho).

E assim como em diversos países do mundo, aqui também é tradição a troca de presentes e cartões entre os casais de namorados. Nesse ano de crise o melhor é fazer um presente “Faça você Mesmo”, porque além de economizar você vai dar um toque especial ao presente. Peguei essas dicas no Pinterest e se quiser mais opções é só pesquisar lá.

Vamos aos presentes?

1- Quadrinho feito com livro

valentine-quadrinho

Para quem ama ler e mais ainda adora coisinhas feitas com livros é bem simples. Basta pegar um porta retratos, cartolina e páginas de um livro que você pode comprar em um sebo. Aí é só escrever bem bonitão “Todo coração tem uma história para contar”.

2- Recados com post-it

valentine-post-it

Coloque o despertador, acorde mais cedo que o seu amor e escreva uma pequena declaração de amor em cada pedacinho de papel. Cole no espelho do banheiro, no vidro do carro ou na porta do armário. É só formar um coração que já fica super romântico!

3- Pote de motivos

valentine-porque-te-amo

Um pote de vidro, muitos pedacinhos de papel colorido e um rótulo fofo. Sente-se, bem inspirado, e escreva todos os motivos que te fazem ser apaixonado pelo seu amor. Um em cada papelzinho até encher a jarra. Depois escreva no rótulo: “Porque eu te amo”.

4- Mensagem no pregador

valentine-mensagem-pregador

Tá sem ideias, sem tempo, mas queria surpreender seu amor? Então que tal esse: pregador, papel e canetinha! Pronto! Tão simples, mas tão fofo.

5- Mensagem na garrafa

valentine-mensagem-garrafa

Relembrando as inesquecíveis mensagens de amor na garrafa, escreva uma cartinha e decore uma garrafinha de coca-cola! Prontinho, tá aí seu presente. 🙂

6- Cartas para ler quando…

valentine-cartas

A gente sabe que momentos ruins acontecem, mas momentos bons também! E que tal marcá-los com várias cartas de amor? Você pode escrever uma para cada situação. Essa da imagem é “Abra quando quiser saber o quanto eu te amo”. Dá para criar várias situações como, por exemplo, “Abra quando precisar de um abraço” ou “Abra quando eu estiver longe”. Use sua criatividade!

7- Cartão craft

valentine-cartao

Cartolina e inspiração, é só disso que você precisa para fazer um cartão bem fofinho!

8- Caneca decorada à mão

valentine-caneca

Existe, nas papelarias, canetas específicas para escrever em louça, sabia? Pois é! Aí você compra uma caneca toda em branco, pega as canetas e pode decorar como preferir. Depois é só colocar no forno durante alguns minutos e pronto! Nunca mais vai sair a sua mensagem de amor.

9- Café da manhã com amor

valentine-cafe-da-manha

Prepare aquele café da manhã delicioso pro seu amor e decore com comidinhas em formato de coração! Você pode fazer panquecas, biscoitos, cortar frutas, tudo com formato de coração. Romanticamente delicioso!

10- Caixinha de fotos

valentine-caixa

Esse é um pouquinho mais elaborado, mas pouquinho mesmo. Imprima algumas fotos e cole em uma tira de cartolina. Dobre e escreva atrás de cada foto o local e a data. Na tampa da caixinha você pode escrever um recadinho de amor. Ideia linda!

 

Curtiu as ideias? Então mãos à obra!

Repost – Casar é um Barato

Vivendo Melhor

Já escrevo nesse blog a um bom tempo e, como sabem, sou super a favor da valorização da beleza natural da mulher. A favor da aceitação do seu corpo e de como cada pessoa é. No entanto, acredito que mais do que a beleza, precisamos nos sentir confortáveis e ser saudáveis. Pensando nisso, todo ano faço check up e, infelizmente neste ano, descobri que minha taxa de gordura corporal está muito elevada e como já estou chegando na casa dos 30 decidi levar minha saúde mais a sério e VIVER MELHOR.
Com ajuda de profissionais, como nutricionista, psicóloga e clínico geral vou fazer  uma dieta, acompanhada de exercícios físicos orientados para melhorar esta situação.

Histórico

Sempre fui gordinha, quer dizer nem sempre, já tive alguns momentos mais magra, mas nunca fui saudável. Já sofri muito preconceito por isso, mas ser negra e gorda era um grande problema pra mim na infância e na adolescência e por isso eu me sentia rejeitada, de qualquer jeito.
Até tentei ser uma garota fitness mas na infância eu tinha bronquite asmática raramente eu brincava ou fazia exercícios que exigisse do meu condicionamento físico. Por isso,  até hoje,  eu sou bem sedentária.
Atualmente eu amo meu corpo, claro que como toda mulher eu faria algumas mudanças sim, mas na maioria eu me sinto bem. O que me estressa de verdade quanto o meu peso é quando vejo uma roupa linda e não me serve ou não tem meu tamanho. Acho que todo mundo tem o direito de se vestir bem e não apenas um número de pessoas magras.

Dieta

Então, por causa da minha recente descoberta, iniciarei uma dieta e também farei exercícios. Para me animar vou compartilhar semanalmente aqui minhas conquistas e desgraças. E, quem sabe assim. eu até incentive outras pessoas a serem mais saudáveis.

Plano alimentar

06:30h – Desjejum

2 fatias de pão integral Torrada integral / pão francês
Iogurte desnatado ou 0% de gordura ameixa  Yakult / Suco de fruta natural
1 uni fruta Laranja – banana – pêra – uva

 09:30h – Colação

1 uni fruta (100g) Gelatina – tomate cereja

12:00h – Almoço

Hortaliças e legumes 50% do prato Legumes e verduras em geral (cru ou cozido)
2 c. sopa de Arroz Integral Arroz, batata, macarrão, farofa, mandioca, inhame e mandioquinha.
1 concha de Feijão Soja, lentilha, ervilha, grão-de-bico e feijão branco.
1 uni de Frango sem pele Ovo cozido, bife sem gordura aparente.
Temperos Naturais ou azeite

 15:00h – Lanche

01 porção de fruta Suco de fruta / frutas seca / salada de frutas / barrinha

 18:00 – Jantar

Repetir o almoço ou café da manhã Suco de fruta + lanche saudável

Ou

Sopa de legumes

 21:00h – Ceia

01 porção de chá de ervas Suco de fruta / frutas seca / salada de frutas / barrinha

Refeições fora de casa:

Salada: usar temperos a base de azeite e vinagre.
Frango: Comer grelhado ou assado sem pele.
Bife: Solicitar retirar a gordura aparente antes de grelhar.
Hambúrguer: Evitar coberturas de queijo e maionese colocar salada no local.
Peixe: Optar pelos grelhados e cozidos.
Massa: Usar molho de mexilhões ou de tomate, sem carne ou salsicha (evitar molhos cremosos).
Pizza: Escolher cobertura de vegetais ao invés de queijo e carne.
Batata Assada: Evitar coberturas, tais como manteiga ou creme de leite.
Vegetais: comer a vontade, mas sem molhos pesados.
Sobremesa: Sorvetes de frutas e frutas frescas são excelentes escolhas.
Café e chá: Usar leite desnatado ou leite de soja, e creme sem gordura.

Status Atual

Consulta 20/05/2016
Idade 26 anos
Altura 172 cm
Peso 93,3 kg
IMC 31,5 (obesidade)
% gordura 51,6% (muito alto)
% músculo 20,0% (baixo)
VCT 1656 kcal
Idade corporal 50 anos
% gordura visceral 7 normal
Metas Reeducação alimentar, controle do peso.

Espero que eu possa conquistar meus objetivos e inspirar outros. Semana que vem volto com novidades.

“Você é mais forte do que pensa e será mais feliz do que imagina.”