Como é Viver Com Depressão

Como nem sempre tenho boas ideias sobre o que escrever aqui no meu blog. Comecei a me desafiar e pedir para as pessoas do meu convívio dar ideias de assunto para escrever. Nessa primeira semana de desafio, alguns dos assuntos que consegui foi: “Como É Viver”, tudo bem que é genérico, mas meu namorado sugeriu então decidi aceitar, “Não Maltratar Animais” esse quem sugeriu foi meu irmãozinho de 6 anos, eu achei bonitinho e aceitei. E para começar o desafio decidi começar “Com Como É Viver”, mas mais do que isso eu lembrei de um vídeo que mostra Como É Viver Com Depressão e decidir falar sobre isso.

A depressão afeta 350 milhões de pessoas no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), no Brasil, cerca de uma em cada dez pessoas sofre com o problema. Embora seja uma doença comum, muitos ainda não sabem lidar com ela. A ideia deste vídeo é sensacional, porque além de ter o ponto de vista de quem tem e sofre com a doença mostra algumas coisas que fazemos “tentando ajudar” na verdade só atrapalha.

Visto que alguns dos sintomas da Depressão podem ser confundidos com sentimentos naturais do ser humano como a tristeza, a indiferença e o desânimo. Muitos não reconhecem que precisam de tratamento, ou até mesmo que algum ente esteja precisando de ajuda. É importante lembrar que esses sentimentos passam a configurar um quadro de depressão clínica quando a variação do humor começa a afetar negativamente vários aspectos da vida da pessoa – da produtividade no trabalho e nos estudos às relações com outros indivíduos, passando pela qualidade do sono e a disposição física para realizar as atividades do dia a dia.

Lendo alguns sites que falam sobre o tópico, achei o seguinte depoimento: “Sofro dessa doença, desde de 2006, vivo em altos e baixos , tem horas quero deixar de existir , outras horas me esforço para seguir em frente , mais é bem tudo isso mesmo , acho que nunca vai passar essa dor que não se ver , essa angústia sem razão , é realmente terrível, hoje me encontro num momento muito difícil , uma das coisas que mais gostava de fazer era trabalhar , hoje é uma das coisas que mais odeio fazer , não tenho mais prazer em trabalhar, bom é isso tudo mesmo.” No geral os sintomas da Depressão incluem: alteração do humor, desinteresse por coisas prazerosas, problemas relacionados ao sono, mudanças no apetite, perda ou ganho de peso, falta de concentração, cansaço e pensamentos recorrentes sobre morte.
Recentemente, achei um post interessante “20 coisas para se lembrar se você ama uma pessoa com depressão” entre as 20 coisas estava:

Uma das melhores maneiras de fazer a diferença na vida de uma pessoa deprimida é deixar que ela saiba que você está lá com ela. Isso é algo que tem de ser comunicado diretamente, cara a cara. Algo que deve ser considerado também é a maneira com que você mostra o seu apoio e encorajamento. Aqui está uma pequena lista de recomendações:

  • Dê um pequeno elogio sincero;
  • Observe os pontos fortes e positivos da pessoa querida que está doente;
  • Inclua essa pessoa em seus eventos ou planos;
  • Remova as palavras “deveria” da relação;
  • Respeite seus sentimentos e pensamentos, mas, use perguntas abertas, tanto quanto possível.
  • Eles precisam de reforço positivo mais do que críticas

Qualquer um destes pontos não só pode ajudar, diminuindo o estigma em torno da depressão, mas, também pode ajudar o indivíduo a lidar com a doença em seu dia a dia.

Espero que este post tenha aberto algumas mentes, ajude as pessoas que vivem com depressão e também as pessoas que amam alguém com depressão.

Essa doença é silenciosa e está mais presente do que imaginamos.

(Visited 40 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta