How to Get Away with Murder minha nova obsessão

Como parte da minha ideia de aumentar meu leque de séries e assuntos aqui no blog, comecei no fim do ano, a assistir a série tão bem comentada How to Get Away with Murder, ou como abreviado HTGAWM.

Não sei como pude ficar tanto tempo sem assistí-la, é uma excelente série envolvente e mais do que tudo tem REPRESENTATIVIDADE. Confesso que já tinha ouvido outras pessoas falar sobre, inclusive meu amigo Rafael, havia dito o que era a melhor série que havia assistido. Então, no meio de uma tarde tediosa, decidi assistir.

Para quem ainda não assistiu, nesta série Viola Davis estrela como Annalise Keating, uma professora de direito em uma universidade de prestígio da Filadélfia, que, com cinco de seus alunos, torna-se entrelaçada em uma trama de assassinatos. Por sua atuação, Viola Davis recebeu elogios da crítica. E se tornou a primeira mulher Afro-Americana a ganhar um Emmy Award por Melhor Atriz em Série Dramática, também ganhando dois SAG Awards por Melhor Performance em Série Dramática, e o Image Award por Melhor Atriz em Série Dramática. Além disso, Viola recebeu indicações do Globo de Ouro de Melhor Atriz em Série Dramática, e o Critics Choice Awards por Melhor Atriz em Série Dramática. Enfm, ela é foda!

Ao ganhar o Emmy seu discurso ficou famoso pois mostrava o quanto esse prêmio era importante, não só para ela, mas para todos os atores e atrizes negras do mundo.

“Em meus sonhos e visões, eu via uma linha, e do outro lado da linha estavam campos verdes e floridos e lindas e belas mulheres brancas, que estendiam os braços para mim ao longo da linha, mas eu não poderia alcançá-las”, disse Viola Davis, citando Harriet Tubman. “Deixem-me dizer uma coisa: a única coisa que separa as mulheres de cor de qualquer outra pessoa é a oportunidade. Você não pode ganhar um Emmy por papéis que simplesmente não existem”, concluiu.

Outros membros do elenco também receberam reconhecimento por suas atuações, como Alfred Enoch e Aja Naomi King serem nomeado pela NAACP como Melhor Ator Coadjuvante em Série Dramática e Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática no Image Awards.

how-to-get-away-with-murder.jpg
Eu particularmente gosto muito da série, não só pelo número de atores negros na trama (assim como em EMPIRE) mas também pela identidade de cada um deles. Cada um te conquista de uma forma e você acaba se apaixonando pelas suas histórias e quer que eles se saiam bem, mesmo que isso signifique mais uma morte.

Minha maratona contou com as duas primeiras temporadas, e agora, com a terceira em andamento estou cada vez mais ansiosa. Se você gosta de série policial, com detetives, advogados, audiências e muitas reviravoltas eu SUPER indico. É de longe uma das melhores séries que eu já vi. E sem dúvida a representatividade conta muito pontos nas minhas escolhas. Afinal nada melhor do que uma negra bem sucedida para nos incentivar.

f85ce12af821b76668ddddf452023602.jpg

Deixe uma resposta