Fragmentado – Resenha Crítica 

Assisti agora pouco ao filme Fragmentado e tenho tanta coisa para falar que não aguentei e estou escrevendo este texto. 

Sinopse

Kevin (James McAvoy) possui 23 personalidades distintas e estas estão sempre a disputa para ficar “sob à luz” (simbolismo para a realidade). Um dia, ele sequestra três adolescentes que encontra em um estacionamento. Vivendo em cativeiro, elas passam a conhecer as diferentes facetas de Kevin e precisam encontrar algum meio de escapar.

Fragmentado é um filme de terror psicológico escrito e dirigido por M. Night Shyamalan, que conta a história de Kevin (James McAvoy) , que possui 23 personalidades distintas e consegue alterná-las quimicamente em seu organismo apenas com a força do pensamento. 
A atuação de James McAvoy é sem dúvida incrível. Sem  maquiagem ou cenário, James consegue dar forma aos diferentes personagens muitas vezes na mesma cena, carregando-os de trejeitos, vocabulários e diferentes entonações de voz.
Só isso já faz qualquer um fã de filmes do gênero querer assistir. Mas o que eu não sabia e bem no fim do filme descobri é que o diretor  tinha originalmente escrito Kevin em seu filme anterior Corpo Fechado, mas removeu o personagem para melhorar a história do filme. 
Corpo Fechado é um dos meus filmes preferidos, me lembro bem que quando assisti fiquei com aquela questão de se seria ou não ingenuidade do Mr. Glass (Samuel L Jackson) provocar tantos acidentes. Afinal, ele só procurava alguém que fosse o oposto dele e imaginem como ele deve ter sofrido durante a vida dele.

Voltando ao filme Fragmentado, no final  David Dunn (Bruce Willis) aparece usando um uniforme com seu nome, e faz uma menção a Elijah, vulgo Mr. Glass. O que reforça o fato dos filmes dividirem o mesmo universo.
Pesquisando na internet encontrei algumas  teorias de que Kevin Crumb aparece em um breve momento de Corpo Fechado. Em um determinado momento do filme, David Dunn se esbarra com uma mãe que arrasta o filho pelos braços e ao entrar em contato com ela é possível ouvir os gritos da criança indicando o abuso que esta sofria da mãe. Confira o momento:


Segundo o diretor, os dois filmes fazem parte de uma trilogia e um terceiro filme com um embate entre os três personagens está em pré-produção. Fica a curiosidade de saber como funcionará a dinâmica entre Dunn, Glass e Crumb. Afinal de contas, apesar de Crumb e Glass serem os vilões, a morte do pai de Kevin foi ocasionada pelas ações de Mr. Glass.

Outra ponto interessante de Fragmentado é que o roteiro se aprofunda muito em Casey, uma das garotas raptadas, que vira o fio condutor da narrativa que, além do sequestro, traça um paralelo com o passado da jovem em cenas que aos poucos vão explicando suas motivações, personalidade e habilidade em lidar com seu sequestrador. 
Por fim posso dizer que este filme é excelente. Se você assim como eu adora um terror psicológico vai adorar o filme e com toda certeza vai ver Corpo Fechado denovo, assim como eu. Então não perca tempo assista e depois vem aqui dizer o que achou. 

Deixe uma resposta