CORRA! O que achei do filme de terror mais comentado

Assisti ao filme Corra recentemente, muito bom por sinal. E li em uma matéria do GQ Brasil sobre um final “alternativo” um tanto perturbador.  E resolvi falar um pouco sobre o filme e também sobre seu outro fim. Vamos lá?

Corra! É um filme de terror escrito, coproduzido e dirigido por Jordan Peele, aliás é sua estreia como diretor. O filme marca uma mudança de gênero para Peele, já que ele tradicionalmente trabalhou na comédia, embora ele tenha afirmado que estava querendo fazer um filme de terror há um tempo. Pois, segundo ele, os gêneros são semelhantes e a comédia foi um tipo de treinamento para o filme. Como o filme trata o racismo, Peele indicou que a história é “muito pessoal”. Embora tenha dito que desvia de qualquer coisa autobiográfica.

getout-520x245.jpg

A história conta o fim de semana de um fotógrafo Chris Washington (Daniel Kaluuya) que está para enfrentar um dos maiores medos que um jovem pode enfrentar: conhecer os pais de sua namorada (Allison Williams). Como negra, eu entendo perfeitamente que as coisas pioram ao se dar conta que os pais da moça (Bradley Whitford e Catherine Keener) serem brancos. São situações muito constrangedoras.

Final original (Alerta de Spoiler)

Peele originalmente pretendia que o filme terminasse com Chris sendo preso pela polícia pelo assassinato de Rose e sua família, e pretendia que a cena fosse um reflexo das realidades do racismo. No entanto, no momento em que a produção havia começado, vários tiroteios policiais de alto nível de negros tinham, em suas palavras, feito a situação em torno do racismo e ele decidiu que o filme precisava de um final feliz para sua liderança.

Peele também afirmou que ele trabalhou com vários outros finais possíveis antes decidir o final real, alguns dos quais serão incluídos no DVD e Blu-Ray.

getout.jpg

É esquisito quando você vai assistir um filme de terror mas o que mais te satisfaz são as tiradas sutis de humor do filme. Sejam nas participações sempre ótimas de Rod, o melhor amigo de Chris, interpretado por LilRel Howery ou nos diálogos onde os brancos ricos tentam, sem sucesso, mostrar como não são racistas falando coisas como “votei duas vezes no Obama!” ou “eu conheci Tiger Woods! O melhor!” – GQ Brasil

 

Sinopse:
Chris (Daniel Kaluuya) é jovem negro que está prestes a conhecer a família de sua namorada caucasiana Rose (Allison Williams). A princípio, ele acredita que o comportamento excessivamente amoroso por parte da família dela é uma tentativa de lidar com o relacionamento de Rose com um rapaz negro, mas com o tempo, Chris percebe que a família esconde algo muito mais perturbador.

Enfim, Corra! é um excelente suspense, um terror psicológico que me prendeu até o fim e com todas as críticas positivas que o longa anda recebendo condiz com a boa trama apresentada.

Deixe uma resposta