Eu que mando

Sempre gostei de pensar que sou uma pessoa sem preconceitos e super mente aberta, mas confesso que existem alguns tabus na minha mente que são difíceis de tirar.

Esses dias mesmo falei aqui sobre a cirurgia bariátrica que vou fazer, confesso que antes de saber exatamente o que era, eu imaginava sendo uma maravilha, que adoraria fazê-la apenas pelo fato de poder emagrecer comendo… ingenuidade pura…rs

Hoje sei de todos os complexos dessa cirurgia, mas vim aqui falar sobre outra coisa. Vim falar sobre a vergonha, receio, medo de abrir o jogo e falar sobre ela. Não só pelo preconceito externo que é amplamente divulgado por aí, mas pelos meus medos, os internos que me faziam, e as vezes ainda fazem, acreditar que eu estou errada.

Eu, por um tempo, dizia que se tivesse dinheiro mudaria tudo em meu corpo, inclusive a cor da minha pele. A aceitação veio depois de alguns anos, mas ainda lutava, vou ser plus size, não vou, sou linda de qualquer jeito, não sou não. E etc. Tive apelidos como Rouge, por causa da girlband, me chamaram e Preciosa, sim por causa do filme. E odiava. Afinal, ninguém quer ser chamada de preta ou gorda. Não se vê mulheres acima do peso, negras conquistando corações por aí.

Mas isso não é só questão de representatividade, não é porque eu vejo a Cacau Protasio em uma novela ou filme, arrasando corações que eu vou aceitar meu corpo. É preciso ter na mente que eu posso sim querer mudar. E isso também foi um desafio, pois ao me assumir preta, gorda e feminista. Não poderia pensar que poderia ter um corpo de Beyoncé, e sair por aí conquistando corações.

Outra guerra mental, outra disputa interna. O que fazer? Não consigo me aceitar como sou, nem posso mudar, pois estaria contra meus próprios princípios. Mais uma ficha cai, ou sei lá qual a gíria atual para isso,  então decidi: EU POSSO FAZER O QUE EU QUISER.  O corpo é meu. E se ninguém está pagando minhas contas, porque eu deveria dar satisfações?

Então, você, que está aí pensando se deve ou não ter um filho, pintar o cabelo, usar aquela mini saia. Faça o que você quer! Não deixe que ninguém diga o que pode ou não fazer…

7554342183036aa80120cad79beb8fe7.jpg

 

5 pensamentos para te ajudar a desenvolver autoestima

Uma das coisas que mais me perguntam é como fiz para ser a mulher que sou hoje, com autoestima. Não foi fácil e nem rápido, não tenho razão para mentir. Sempre digo que desenvolver o amor próprio é um ato de persistência diária, que exige perdão e paciência. Não sei você, mas eu costumo ser mais cruel comigo mesma do que os outros porque eu me conheço bem, sei quais são meus pontos fracos. Já fui minha maior inimiga por muito tempo, mas um dia resolvi me despedir dela. É como dar lentos passos e, ao longo do caminho, ir tirando peças de roupa, até que você se reconhece nua, no cerne das suas questões.

autoestima desbrocha quando a queremos e buscamos. Você não irá desenvolvê-la a menos que queira e outras pessoas não podem fazer isso por você. Não adianta ganhar um elogio de alguém e ficar feliz por aquilo se cinco porque a única fonte inesgotável de amor é a que vem de você para você. Entenda isso. Quando decidi me perdoar e me entender e comecei a caminhada da aceitação, diariamente eu falava mentalmente essas afirmações para mim. Não vi em nenhum lugar, não traduzi: essas são as verdades e afirmações que me ajudaram a entender que eu não sou apenas um corpo ou uma imagem. Esses pensamentos me ajudaram a ser mais segura, confiante, a me perdoar, me entender e me amar. Compartilho hoje com vocês no intuito de ajudar a quem precisa se redescobrir!

5 pensamentos para te ajudar a desenvolver autoestima

5-pensamentos-para-te-ajudar-a-desenvolver-autoestima.jpg

RepostGrandes Mulheres

52 semanas para o autoconhecimento

Quão bem você realmente se conhece? Você já tomou um tempo para ouvir o que a sua vida está lhe falando sobre sua verdadeira natureza?

Está tudo bem se você não souber. Poucos de nós já tiveram tempo para a autodescoberta. Somos bombardeados com mensagens de outras pessoas – o que eles pensam de nós, como percebem, o que querem – que nos esquecemos de incluir a única voz que importa. A nossa!

 

AUTODESCOBERTA –  A MANEIRA FÁCIL

Aqui estão as boas notícias. Você não precisa sair do seu emprego, ou partir em uma missão na natureza (durante a qual você faz amizade com esquilos e come casca de árvore em uma tentativa de “se encontrar”). Quero dizer, você até poderia, mas quem tem tempo para isso?

Sem contar que você não deve esperar por uma crise de vida para explorar sua personalidade um pouco mais profunda. A maneira mais fácil de conhecer a si mesmo é da mesma forma que você conhece alguém é fazendo perguntas pessoais significativas. Então, entreviste-se.

Mantenha um diário: Alias, quem não está fazendo isso ainda? A internet está bem cheia de jornalistas, então eu vou assumir que você, que me lê aqui, também já está lá. Mas se você ainda não possui um sistema de registro diário, sugiro que você tome alguns minutos para aprender sobre e perceber como ele pode rever sua vida.

Reserve tempo para escrever: Certifique-se de guardar um tempo além do planejamento regular que um blog precisa ter. É preciso um pouco de tempo cada semana para aprofundar. Sentar silenciosamente por alguns minutos, limpar a mente das tarefas do dia e se concentrar na questão a sua frente.

Comece com uma nova página de cada vez: ao responder estas questões, sugiro que use uma página limpa de cada vez. É preciso se sentir livre para se concentrar 100% em você nesta página. Sem tarefas, sem lembretes, sem obrigações para outras pessoas. Este é o seu tempo para se ouvir.

Por fim, escolha 1 questão a cada semana: Escreva uma página sobre isso. Se você quiser escrever mais, vá em frente!

A seguir estão as 52 questões para se autoconhecer, iniciarei meu processo no dia do meu aniversário, 21 de agosto, e nas 52 semanas seguintes tentarei seguir respondendo, toda segunda, para ano que vem eu possa dizer quem eu realmente sou.

  1. Qual é a sua característica física favorita (rosto ou corpo)? Descreva um momento em que você se sentiu orgulhoso dessa característica.
  2. Quais características físicas você está mais consciente? Como você poderia fazer a paz com esses?
  3. Qual o seu ponto mais forte? Descreva um momento em que essa força lhe serviu bem.
  4. Qual sua maior fraqueza? Descreva um momento em que essa fraqueza o reteve.
  5. Descreva o tempo que você se sentiu especialmente valorizado e amado.
  6. Concluir esta frase: “Não consigo suportar quando outras pessoas …” Examine essas falhas de caráter. Você também os possui? Seja honesto.
  7. Hoje é o seu primeiro dia no trabalho dos seus sonhos. Você está tão animado que dificilmente pode conter-se. Quando você chega no trabalho, você leva um minuto para olhar ao redor e apreciar o momento. Você não acredita que você realmente tenha conseguido esse trabalho. Onde você está? Por que você valoriza tanto esse trabalho?
  8. Nomeie um livro que falou com você em um nível pessoal. Por quê?
  9. Se você tivesse uma música-tema, qual seria?
  10. Nomeie um animal cujas características você admira. Você é de alguma maneira como esse animal?
  11. O que você mais gosta do seu hobby favorito? Como incorporar isso em outras partes da sua vida?
  12. Descreva um dia na sua vida que foi especialmente agradável. O que fez o dia tão bom?
  13. Quando você pensa em seu futuro, o que você mais teme?
  14. Quando você pensa em seu futuro, o que você espera mais?
  15. Descreva a hora em que você maltratou alguém. Como você se sente sobre seu comportamento e o que você diria para a pessoa agora?
  16. Escreva sobre uma oportunidade perdida que você teve. O que você poderia fazer diferente na próxima vez?
  17. O que você procura em um amigo íntimo? Você possui essas características?
  18. Descreva a hora em que um amigo fez o possível para ajudá-lo. Como você atende as pessoas em sua vida?
  19. Você é uma pessoa espiritual? Descreva suas crenças e / ou dúvidas. Como essas crenças afetam a forma como você vive sua vida?
  20. Discuta como as pessoas em sua vida fazem você se sentir. Como você se percebe depois de passar algum tempo com eles? Como isso afetará a forma como você passa o tempo com eles no futuro?
  21. Verdadeiro ou Falso: “Eu sei como ficar comigo mesmo.” Explique sua resposta.
  22. Você se mudou para a casa do seu sonho. Olhe pela janela da cozinha. O que você vê?
  23. Seus vizinhos estão fazendo uma festa. Você só conhece 1 pessoa que está atendendo. Você vai para a festa?
  24. Você passou o dia todo sozinho. Você está entediado?
  25. Você conheceu um estranho em um lugar que você frequenta. Ele / ela lhe conta um pouco sobre sua vida. Você está ouvindo atentamente? Ou você está esperando uma abertura para falar sobre você? Nenhuma resposta está incorreta. Descreva como essa reunião fez você sentir.
  26. Você passou um dia na praia. Como você está se sentindo? Energizado? Cansado? Alternativamente, você passou um dia nas montanhas. Como você está se sentindo?
  27. Você está em um elevador e alguém que você admira entra. Você dá à pessoa seu cartão de visita? Por que ou por que não?
  28. Para mostrar a alguém que você os ama, você provavelmente usará palavras, ações ou outro método?
  29. Você acabou de trabalhar em um novo emprego. Um dos seus colegas é malvado para você. Como você lida com a situação?
  30. Você entra em uma sala branca cheia de móveis brancos. Sente-se limpo ou estéril? O que isso diz sobre o resto da sua casa. Imagine o quarto com paredes coloridas e móveis coloridos. Como isso muda seus sentimentos?
  31. Alguém lhe dá uma tarefa complexa, você não tem certeza de como realizar. Você faz um plano? Peça ajuda a alguém? Pesquise como outros realizaram projetos similares no passado? Leia um livro sobre o assunto. O que isso diz sobre o seu estilo de aprendizagem?
  32. Você se inclina para o desafio ou está longe disso? Descreva a hora em que você recebeu um desafio que não tinha certeza de que poderia completar. Como a situação o fez sentir?
  33. Alguém confia em você com um segredo e pede para não revelá-lo. É muito suculento! Você conta a alguém?
  34. Um colega aceita o seu trabalho e é recompensado. Como isso afeta sua percepção de seu próprio valor? Como você reage?
  35. Você está andando em uma estrada, e você encontra três caminhos. Um caminho leva uma montanha. O outro leva a uma floresta. O terceiro caminho leva ao oceano. Qual caminho você leva? O que você acha disso significa sobre você?
  36. Verdadeiro ou Falso: “Eu sou mais provável que tente algo se outros ficariam impressionados”.
  37. Se você tiver um problema, você iria para um membro da família, melhor amigo ou um estranho?
  38. Você está em uma sala com um grupo de pessoas que compartilham a mesma opinião sobre um determinado tópico. Você vai com o fluxo ou discute o contraponto?
  39. Duas equipes estão jogando em um grande jogo. Um deles é fortemente favorecido para ganhar. Para qual time você torce?
  40. Sua lista de tarefas essa semana é esmagadora. Você pede ajuda ou desiste?
  41. Um grupo de pessoas está tendo uma conversa sobre um tópico sobre o qual você não conhece nada. Um deles se volta para você e pergunta a sua opinião. Admita a ignorância ou ignora a saída?
  42. Você está em uma equipe de pessoas criando um edifício icônico. Qual trabalho você quer ajudar: gerenciar o projeto, projetar o edifício, garantir sua segurança ou decorações finais. Por que você escolheu esse emprego?
  43. Você pode trabalhar em um emprego que ama por muito pouco salário, ou trabalhar no trabalho que você odeia por um salário luxuoso. O que você escolhe?
  44. Seu parceiro não está lhe dando algo que você precisa. Você diz ou sofre em silêncio?
  45. Verdadeiro ou Falso: “Tudo é justo no amor e na guerra”. Explique sua resposta no contexto de sua vida.
  46. Você tem uma tarefa importante a fazer. Você faz isso agora ou procrastina?
  47. Você ouve um estranho dando informações / conselhos que você acredita estar incorreto. Você corrige a pessoa ou fica fora dela?
  48. Você está se decepcionando. O que você faz para se alegrar?
  49. Descreva um momento em que você estava “radiantemente” feliz. O que você mais valoriza nessa memória?
  50. Rato da cidade ou Rato do interior. Qual você é?
  51. Você está em um gameshow beneficente qual a causa de sua escolha?O que você apoia? Por quê?
  52. Você recebeu ótimas notícias hoje. Quem você conta primeiro: seu melhor amigo, a primeira pessoa que você vê ou as mídias sociais?

Eu decidi escolher aleatoriamente, mas você pode seguir a lista ou fazer como eu.

 

13 coisas que mulheres confiantes NUNCA fazem

Ser confiante não tem nada a ver com ser extrovertida, falante ou sociável – estes são apenas traços de personalidade. Existem mulheres tímidas que estão perfeitamente confortáveis consigo, assim como mulheres expansivas que, por dentro, sentem-se incapazes. E não se engane: algumas delas podem parecer muito bem-resolvidas e sucedidas, mas, na realidade, só estão tentando convencer os outros e a si mesmas de que são seguras.

O site da revista americana Cosmopolitan elaborou uma lista com as atitudes que mulheres verdadeiramente confiantes JAMAIS têm e que você pode usar como inspiração para aumentar sua própria segurança.

1. Elas não mudam quem são para seguir tendências.

Se gostam de algo, incorporam no próprio estilo, mas nunca irão se adaptar a algo só porque está na moda. Elas focam naquilo que gostam e tem a ver com elas.

2 . Elas não fofocam.

Pois têm coisas muito mais interessantes para discutir do que a vida alheia. Elas são pessoas interessantes por si só, não precisam diminuir os outros para isso.

3. Elas não reprimem seus sentimentos.

Quando uma mulher sente-se de uma determinada forma ou tem algo em sua cabeça, ela comunica, pois sabe que o jeito mais rápido de superar qualquer problema é através da honestidade.

4. Elas não abrem mão do autocuidado.

Sabem que são importantes, então se esforçam para cuidar de si. Elas valorizam balanço em suas vidas, se alimentam bem, se exercitam e dormem bem.

5. Elas não duvidam de suas habilidades.

Creem firmemente que, com um pouco de trabalho, são capazes de conquistar o que quiserem. E, por conta disso, conquistam mesmo!

6. Elas não perdem tempo se preocupando com coisas que não conseguem controlar.

Consertam o que pode ser consertado e deixam o resto para lá. Elas sabem que não tem por que se estressar com coisas pequenas.

7. Elas não têm medo de imperfeições.

Apesar de saberem a importância da primeira impressão, sabem também a importância de se divertir, o que, às vezes, inclui maquiagem borrada e cabelo desarrumado.

8. Elas nunca se desvalorizam.

Pois sabem, sem a menor sombra de dúvida, que merecem coisas boas, e isso as faz lutar por isso.

9. Elas não ignoram seus instintos.

Um mau pressentimento é um aviso. Mulheres confiantes acreditam em si o suficiente para dar ouvidos ao próprio instinto.

10. Elas não levam as coisas para o lado pessoal.

A mulher confiante compreende perfeitamente que a sua opinião tem a ver com você, e não com ela.

11. Elas não se baseiam naquilo que outros pensam delas.

E também não se comparam com outros, pois sabem exatamente quem são e não precisa de ninguém dizendo isso a elas.

12.  Elas nunca invejam a felicidade dos outros.

Como são felizes o suficiente com suas próprias vidas, conseguem sentir-se genuinamente felizes pelos outros. Mais do que isso, elas usam o sucesso de outros como inspiração.

13. Elas não questionam seus propósitos.

Mulheres confiantes sabem seus pontos fortes e se colocam em situações em que podem brilhar. Elas focam mais em reconhecer o que são capazes de fazer do que em suas fraquezas.

_____

Repost: O Segredo

25 Dicas para Conquistar a Sua Autoconfiança

Esse texto tem me acompanhado à alguns anos. Sempre guardado em uma pastinha no meu pendrive, eu sempre recorria à ele quando queria me sentir melhor. Hoje, vou portá-lo aqui e espero que vocês (ou você, já que ninguém lê) curtam. 

Se você tem baixa autoestima, é possível fazer alguma coisa para mudar isso? Pode controlar os seus níveis de confiança?

Embora possa parecer que não, eu acredito que é possível alterar isso e aumentar a sua autoconfiança. Não é uma característica genética, e não depende dos outros. Se você acha que não é inteligente, competente ou atraente, etc. Isso pode mudar!

Pode tornar-se digno de respeito, e fazer o que quiser, independentemente do que os outros possam pensar. Pode fazer isso, tomando controle de sua vida, e assumindo o controle da sua autoconfiança. Ao tomar atitudes concretas que melhorem as suas capacidades, e a sua imagem, pode aumentar a autoconfiança, sem a ajuda de mais ninguém. 

A seguir estão 25 dicas para ajudá-lo a fazer isso. Não são conselhos mágicos que vão mudar a sua vida milagrosamente e sem esforço, são apenas alguns conselhos que funcionam comigo e com outras pessoas.

Não precisa tentar todas, pois não é uma receita… Leia e escolha as que gostarem mais, comece apenas com algumas e dê-lhes tempo para ver os resultados, se não resultarem, tente outras.

Aqui estão elas, sem nenhuma ordem especial:

1. Arrume-se. Esta parece ser evidente, mas é impressionante a diferença que um corte de cabelo, fazer a barba ou a depilação, por um creme e perfume podem fazer à sua autoestima. Pode transformar completamente o seu humor. 

2. Se vista bem. Um complemento da primeira dica… Se se vestir bem, vai sentir-se bem consigo mesmo. Vai se sentir bem sucedido e apresentável e pronto para enfrentar o mundo. Mas o significado de vestir-se bem é diferente para todos… Não significa que tem de usar roupas caras, podem ser roupas casuais, mas que sejam apresentáveis e lhe fiquem bem.

3. Mude a sua autoimagem mental. A nossa autoimagem significa muito para nós, mais do que muitas vezes percebemos. Temos uma imagem mental de nós mesmos, que determina o modo como nos sentimos confiantes (ou não). Mas essa imagem não é fixa e imutável. Pode mudá-la. Use as suas capacidades mentais, e trabalhe a sua autoimagem. Se não gostar dela, mude-a. Descubra porque se vê desse modo, e faça o que preciso para mudá-lo. 

4. Pense positivo. Pode mudar o seu pensamento, e ao fazê-lo pode fazer com que grandes mudanças aconteçam. Para isso, comece por substituir pensamentos negativos por positivos. 

5. Acabe com os pensamentos negativos. Parece o mesmo que o item acima, mas é tão importante que deve ser falado em separado. É preciso tomar consciência da sua conversa mental, dos pensamentos que tem sobre si mesmo, e quando está a fazer alguma coisa. Quando está a fazer algo que precise esforço, como fazer exercício, por vezes vai pensar, “Isto é muito difícil. Quero parar e ir ver televisão. ” Aprenda a reconhecer esses pensamentos negativos, imagine que esses pensamentos são como um inseto e esmague-os! (é um truque que funciona, mas pode pensar em outra coisa). Depois, substitua-o com uma coisa positiva. (“Eu consigo, só faltam 15 minutos para o fim do treino”).

Conhece-te e vais ganhar todas as batalhas. – Sun Tzu 

6. Conheça-se a si mesmo. Quando vai para a batalha, o mais sábio geral aprende a conhecer o seu inimigo muito, muito bem. Não pode derrotar o inimigo sem o conhecer. E quando está a tentar superar uma autoimagem negativa e substituí-la com autoconfiança, o seu inimigo é você mesmo. Conheça-se bem. Comece a ouvir seus pensamentos. Comece a escrever um diário sobre si, e sobre os pensamentos que tem sobre si, e perceba de onde vêm esses pensamentos negativos. Depois comece a pensar sobre as coisas que gosta em si, aquilo que sabe fazer bem, as coisas que gosta. Pense nas suas limitações, e se são reais ou criadas pela sua mente e pelos seus medos. Mergulhe dentro de si mesmo, e descubra a sua autoconfiança.

7. Agir positivamente. Mais do que ter apenas pensamentos positivos, tem que agir em conformidade. Ação é a chave para o desenvolvimento da autoconfiança. É uma coisa aprender a pensar positivo, mas quando começar a agir vai começar realmente a mudar, uma ação de cada vez. Você é o que faz, e por isso, se mudar o que faz, vai mudar quem é. Tem de agir de uma forma positiva, agir em vez de pensar que não pode, e ser positivo. Converse com pessoas de uma forma positiva, coloque mais energia em tudo o que faz. Em breve, começará a notar a diferença, e as pessoas à sua volta também. 

8. Seja gentil e generoso. (Um pouco lamechas eu sei. Se for demasiado sentimental para si, passe à frente). Seja ser gentil com os outros, e generoso consigo mesmo e com o seu tempo, é uma ótima forma de melhorar a sua autoimagem. Vai começar a sentir-se bem consigo, e pensar que é uma boa pessoa. Pode fazer maravilhas pela sua autoconfiança, acredite em mim.

Uma chave importante para o sucesso é a autoconfiança. Uma chave para a autoconfiança é preparar-se.  Arthur Ashe 

 

 9. Prepare-se.É difícil ter confiança em si mesmo se acha que não vai conseguir fazer alguma coisa. Vença esse sentimento, preparando-se tanto quanto possível. Um exame, por exemplo: se não tiver estudado, não vai ter confiança nas suas habilidades para ter um bom resultado no exame. Mas se se fartou de estudar, está preparado, e estará muito mais confiante. Agora pense na vida como o seu exame, e prepare-se. 

10. Conheça os seus princípios e viva de acordo com eles. Quais são os princípios em que assenta a sua vida? Se não sabe, então vai-se sentir perdido e sem direção. Pense nos seus princípios, certamente que os tem, mas talvez não tenha pensado muito neles. Agora pense se vive realmente de acordo com eles ou se apenas acreditar neles, sem agir de acordo. Descubra os seus princípios fundamentais, e tente viver a vida de acordo com eles. Nem sempre vai ser fácil, mas tem de tentar. 

11. Fale devagar. Uma coisa simples, mas que pode ter uma grande diferença no modo como as outras pessoas o percebem. Uma pessoa com autoridade, fala devagar. Demonstra confiança. Uma pessoa que pensa que não merece ser ouvida, fala rapidamente, porque não pretende manter os outros à espera de alguma coisa que não é digna de se ouvir. Mesmo se não se sinta confiante, tente fazê-lo algumas vezes e veja as diferenças. Sentir que as pessoas o ouvem vai melhorar a sua confiança. 

12. Tenha uma boa postura. Eu costumava ter uma postura terrível, mas tenho melhorado com o yoga. Sempre que me lembro, corrijo a minha postura, e sinto-me logo melhor. Se reparar as pessoas com uma postura direita demonstram mais autoridade e confiança, e são mais atraentes. 

13. Aumente as suas competências. Como se pode sentir mais competente? Ao tornar-se mais competente. E como fazer isso? Ao estudar e praticar. Basta fazê-lo aos poucos. Se quiser melhorar no desenho, por exemplo, não comece com um grande quadro. Comece por fazer alguns esboços num caderno, e vá treinando um pouco todos os dias. Quanto mais desenhar, melhor vai ser o resultado. A prática irá aumentar a sua competência, qualquer que seja a área. 

14. Defina um pequeno objetivo e alcance-o. As pessoas muitas vezes cometem o erro de definir um grande objetivo, e quando falham, ficam desmotivados. Em vez disso, defina um objetivo viável. Defina uma meta que sabe que pode conseguir, e depois, alcance-a. Vai se sentir muito bem com isso. Depois defina outra e alcance-a também. Quanto mais coisas conseguir atingir, melhor se torna a fazê-lo, e melhor se sente. Em breve conseguirá definir objetivos grandes, e realizá-los também.

15. Alterar um pequeno hábito. Não um grande, como deixar fumar. Basta um pequeno, como fazer a lista de compras antes de ir ao supermercado. Ou acordar 10 minutos mais cedo. Ou beber um copo de água quando acorda. Uma coisa pequena que saiba que pode fazer. Faça-o durante um mês. Quando tiver conseguido isso, vai se sentir fantástico. 

16. Concentre-se em soluções. Se está sempre a queixar, ou concentrado nos problemas, mude o seu foco agora. Centrar-se nas soluções em vez de nos problemas é uma das melhores coisas que pode fazer pela sua confiança e pela sua carreira. “Eu sou gordo e preguiçoso!” Como pode resolver isso? “Mas não me consigo motivar!” Como pode resolver isso? “Eu não tenho energia!” Qual a solução? 

17. Sorrir. Outro conselho banal. Mas que também funciona. Eu sinto-me logo melhor quando sorrio, e também me ajuda a ser carinhoso com os outros. Um gesto pequeno que pode provocar uma reação em cadeia. Não é um mau investimento do seu tempo e energia.

18. Voluntariado. Está relacionado com o item “ser gentil e generoso”, use algum do seu tempo para melhorar a vida dos outros. Vai ser o melhor que pode fazer com o seu tempo, e ajudar outra pessoa vai fazer com que se sentir melhor consigo, instantaneamente. 

19. Seja grato. Eu acredito na importância da gratidão. Estar grato pelo que tem na vida, pelo que recebe dos outros, é uma ação muito humilde que também pode ser muito positiva e gratificante, e que irá melhorar a sua autoimagem ao perceber as coisas boas que tem à sua volta. 

20. Exercício. Fazer exercício é uma atividade muito poderosa, e que o vai fazer sentir-se muito melhor consigo mesmo tanto física como mentalmente. 
Tudo que tem de fazer é dar um passeio algumas vezes por semana, e verá os benefícios. Comece esse hábito. 

21. Ganhe autonomia tendo mais conhecimentos. Responsabilizar-se, em geral, é uma das melhores estratégias para a construção de autoconfiança. Pode fazer isso de várias maneiras, mas uma das melhores formas de consegui-lo é através do conhecimento. Tal como construir competências e preparar-se, é ter mais conhecimentos isso vai lhe dar mais confiança. Então, aumente os seus conhecimentos estudando e fazendo investigação. A Internet é uma ótima ferramenta, mas também as pessoas á sua volta, pessoas que já fizeram aquilo que quer fazer, bem como livros, revistas e instituições educativas. 

22. Faça alguma coisa que teima em adiar. O que está na sua lista de tarefas à séculos? Faça-o amanhã de manhã, e tire-o do caminho. Vai se sentir muito melhor. 

23. Seja ativo. Fazer alguma coisa é quase sempre melhor do que não fazer nada. É claro que pode fazer alguma coisa errada, mas os erros fazem parte da vida. É assim que se aprende. Sem errar, nunca vai evoluir. Não se preocupe com isso. Levante-se e faça alguma coisa – fisicamente, ou tomando medidas para conseguir alguma coisa.

24. Trabalhe em pequenas tarefas. Tentar assumir um grande projeto ou tarefa pode ser assustador e intimidante, mesmo para o melhor de nós. Em vez disso, aprenda a dividir as coisas em pequenos pedaços e trabalhe num deles de cada vez. Pequenas conquistas fazem com que se sinta bem, e todos eles se somados dão grandes realizações. Aprenda a trabalhar sempre assim, e vai conseguir tudo a que se propuser. 

25. Arrume a sua secretária. Isto parece uma coisa simples (para alguns talvez não seja assim tão simples, risos). Arrumar a sua secretária é uma forma de ganhar controlo da sua vida. Se o seu local de trabalho estiver confuso, é difícil concentrar-se e fazer tudo aquilo que precisa. 

De alguma maneira, eu não posso acreditar que haja alguma montanha que não possa ser escalada por um homem que saiba o segredo de tornar sonhos realidade. Este segredo especial parece-me, pode ser resumido em quatro C s. Eles são curiosidade, confiança, coragem e constância, e o maior de todos é a confiança. Quando acreditar em uma coisa, acredite em tudo o que o envolve, implícita e inquestionavelmente. – Walt Disney 

 

Adaptado de 25 Maneiras de Aumentar a Sua Auto-Confiança